“Não creio que tenha ocorrido fraude” na eleição americana, afirma Barroso

Barroso

O ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luis Roberto Barroso, participou da observação das eleições nos Estados Unidos, onde analisou alegações de “fraude” na contagem dos votos e negou ter visto algo nesse sentido:

“Os primeiros resultados foram mais favoráveis aos republicanos. O desempenho dos democratas melhorou com a contagem dos votos antecipados, que começou posteriormente. Portanto, não creio que tenha ocorrido fraude. Há um problema de percepção”, afirmou.

A declaração foi feita em uma entrevista ao UOL. Barroso também expressou sua preferência pelo sistema eleitoral brasileiro, que contabiliza em horas os votos registrados nas urnas eletrônicas.

“Em relação ao nosso sistema, devo dizer que não tenho paixão pelas urnas eletrônicas, tenho paixão por eleições limpas. […] Não gosto de dar palpite na vida dos outros. Mas não tenho simpatia por um sistema que permita que o menos votado se torne vitorioso. Isso acontece porque é um sistema que prestigia os estados mais do que o voto popular. Não é meu papel opinar sobre isso para os Estados Unidos. Mas, se fosse para o Brasil, eu não gostaria.”, complementou.

Relacionados:  Gleisi classifica como 'ultrajante' o parecer favorável ao cancelamento do registro do PT