TSE determina reabertura de ações que pedem a cassação da chapa de Bolsonaro

Por 4 votos a 3, o plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu que duas ações de cassação da chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão devem retornar à chamada fase de instrução do processo, destaca o Antagonista.

Com isso, os processos seguem abertos em tramitação na Justiça Eleitoral e ganham mais tempo para a etapa de produção de provas contra o presidente eleito.

As ações em questão tratam de um suposto ataque hacker à página “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, que reunia mais de 2,7 milhões de pessoas no Facebook, foi invadida e alterada para “Mulheres com Bolsonaro #17”.

Relacionados:  Dodge questiona gastos exorbitantes de Temer com publicidade

O relato do processo, ministro Og Fernandes, foi voto vencido no caso, assim como os ministros Luís Felipe Salomão e Alexandre de Moraes. A divergência, vitoriosa, foi aberta por Edson Fachin e acompanhada por Tarcísio Vieira, Carlos Velloso Filho e Luís Roberto Barroso, o presidente do TSE.