Haddad é condenado por impulsionar conteúdo contra Bolsonaro em eleição de 2018

O petista Fernando Haddad, candidato a presidente derrotado nas eleições de 2018, terá que pagar R$ 176,5 mil em multa por promover uma campanha negativa contra Bolsonaro na campanha eleitoral.

A decisão, de Edson Fachin do TSE, deixa claro que impulsionar conteúdo negativo sobre o candidato adversário é ilegal.

Haddad e a equipe pagaram mais de R$ 88 mil ao Google, confirmado pela própria empresa, para que o conteúdo aparecesse em primeiro nos resultados de busca pelo nome de Jair Bolsonaro.

Com informações dO Antagonista.