“Sempre fui uma serva de Deus”, diz Flordelis

Flordelis

Em sua primeira postagem nas redes sociais desde que foi denunciada como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, a deputada federal Flordelis disse estar sem “qualquer chance de defesa”.

“Estou sendo condenada, sem nem ter direito a julgamento.”, lamenta.

No texto publicado através das redes sociais, ela nega que tenha mandado matar o marido:

“Eu não tenho o que esconder, eu não mandei matar o meu marido. Se alguém perdeu com a morte dele, fui eu, ele era tudo pra mim, meu companheiro que me ajudava e me guiava, inclusive em todos os aspectos práticos da vida.”

Flordelis ainda afirma que sempre foi “uma serva de Deus” e que “a verdade vai prevalecer”.

Relacionados:  Quatro Filiais da igreja de Flordelis fecham as portas

“Olhem para a minha trajetória até agora, não há nada do que possam me acusar, sempre fui uma serva de Deus, vivendo o caminho que Ele traçou para mim. Antes de me sentenciarem, me deem o direito de defesa. Eu sei que a verdade vai prevalecer.”

como noticiamos, a  Câmara iniciou o processo que pode levar à cassação da deputada.