Buchecha detona militância LGBT por silêncio com relação ao caso Rhuan Maycon

O músico Bucheca usou as redes sociais para criticar os ativistas LGBT pelo silêncio no caso Rhuan Maycon.

O menino Rhuan Maycon, de 9 anos, foi esquartejado e teve o órgão sexual mutilado pois a mãe, Rosana Auri da Silva Cândido e a companheira dela, Kacyla Priscyla Santiago, queriam que ‘ele fosse menina’.

O MC, então, detonou o silêncio de toda a esquerda que se calou pelo do crime bárbaro ter sido praticado por um casal lésbico.

“Uma mãe lésbica e sua parceira esquartejaram um menino,porque queriam que ele fosse menina,cortaram o penis da criança e assassinaram-na,não vi nenhum ativista das causas LGBTS e nem artistas se pronunciarem com veemência de costume,partidos políticos de causas próprias,tô fora”