Câmara dos Deputados inicia processo de cassação de Flordelis

Flordelis

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados iniciou nesta terça (1º) o processo que pode levar à cassação de Flordelis, do PSD do Rio, apontada por MP-RJ e Polícia Civil como a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

Segundo o Jornal Folha de São Paulo, os deputados decidiram apresentar um projeto de resolução para reativar o Conselho de Ética, onde a abertura da ação contra a deputada-pastora será analisada –em razão da pandemia da Covid-19, o conselho não vem fazendo reuniões.

A Mesa enviou à Corregedoria Parlamentar a denúncia feita pelo deputado Léo Motta, do PSL-MG, contra Flordelis, assim como os documentos encaminhados pelos advogados da deputada, destaca o site o antagonista.

Relacionados:  Quatro Filiais da igreja de Flordelis fecham as portas

A Corregedoria emitirá um parecer e devolverá o documento à Mesa, para que encaminhe ou não representação contra a pastora ao Conselho de Ética.

Cabe ao conselho dar andamento ao processo de cassação ou arquivá-lo. Se o pedido for aprovado, são necessários ao menos 257 votos para que o plenário da Câmara casse o mandato de Flordelis.