Primeira Dama de São Paulo se diz contra doação de alimentos a moradores de Rua: “eles precisam se conscientizar”

Bia Doria

Para Bia Doria, socialite e mulher do governador de São Paulo, “não é correto” dar marmita a quem mora na rua. “A pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua, porque a rua hoje é um atrativo”, disse ela. “A pessoa quer comida, ela quer roupa, ela quer uma ajuda e não quer ter responsabilidade, e isso tá muito errado.”

Estas ‘opiniões’ foram ditas em conversa com Val Marchiori, ex-participante do reality show “Mulheres Ricas”, que retratou a vida de socialites brasileiras, destaca O Antagonista.

Com muito bom humor, as duas reclamaram de moradores de rua que não vão para abrigos. Segundo Val Marchiori, “eles não querem sair da rua porque no abrigo eles tem horário pra entrar, tem responsabilidades, limpeza e eles não querem”.

Relacionados:  Bolsonaro sobre Doria: “É o governador gravatinha de São Paulo fazendo politicalha em cima de mortos”

“Não querem”, arrematou Bia Doria. Ambas seguem dizendo que tem as suas próprias responsabilidades, pagam as suas contas, senão “vai para cartório e o povo fala”, e dão risadas.