Senador entra com pedido de impeachment de Alexandre de Moraes

Impeachment Moraes

O senador Luiz do Carmo (MDB-GO) protocolou, no Senado, um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, na última terça-feira (9). Luiz do Carmo argumentou que o ministro cometeu crime de responsabilidade ao barrar a nomeação de Alexandre Ramagem à direção da Polícia Federal. Carmo busca apoio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) para que o caso seja analisado e não arquivado.

“Ele pode aceitar ou não. Se 12 ou 13 senadores pedir, ele é obrigado a colocar em votação. Ele falou pra mim que vai analisar. Não conheço o ministro, nunca estive com ele. Há limites e nós fazemos a lei. Simplesmente quero analisar isso” argumentou o senador, em entrevista ao Diário de Goiás.

Alexandre de Moraes suspendeu a nomeação de Ramagem por conta de denúncias do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. Ele acusou o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido) de tentativas de interferir na PF. Depois das acusações, um inquérito foi aberto para apurações.

Relacionados:  “Não há como o Brasil se tornar desenvolvido com essa ética”, desabafa Barroso

“Quem pode fazer isso é o presidente que pode colocar e tirar, se é amigo ou não, isso não interessa. Ninguém põe inimigo no governo, põe parceiro. Ele mesmo foi indicado por ser amigo do presidente passado”, argumentou.