Antes de sair, Alcolumbre arquiva todos pedidos de impeachment contra ministros do STF

Alcolumbre

Antes de deixar o cargo, o que vai acontecer com o início da próxima sessão legislativa, em fevereiro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), arquivou todos os pedidos de impeachment formulados contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Alcolumbre também decidiu pelo arquivamento dos pedidos de impeachment feitos contra o procurador geral da República (PGR), Augusto Aras.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o arquivamento em série de 38 denúncias (sendo 36 contra ministros e duas contra o chefe do Ministério Público Federal) se deu no dia 22 de dezembro de 2020, último dia do ano legislativo.

Relacionados:  Juiz enfrenta Gilmar Mendes e manda Beto Richa para a cadeia

Quase metade dos pedidos (17 no total) tinham como alvo o ministro Alexandre de Moraes, que é relator dos inquéritos que investigam as notícias falsas e ataques a integrantes da Corte, os atos antidemocráticos ocorridos no Brasil e a interferência do presidente na Polícia Federal.