Na CUT, Zé Dirceu propõe ‘rede de inteligência’ de esquerda e fala que militantes devem aprender ‘espionagem’

Segundo o site O Antagonista, o ex-ministro do PT e ex-presidiário por corrupção José Dirceu defende a criação do que chama de Rede Nacional de Inteligência Cidadã, formada por militantes de partidos de esquerda, integrantes de movimentos sociais e qualquer um que se identifica com as causas socialistas e comunistas, diz a Revista Crusoé.

Destinada ao monitoramento de informações e contraespionagem, essa organização esquerdista de inteligência serviria para contrapor os órgãos equivalentes das forças armadas e das polícias, além de fazer frente às ações dos militantes de direita nas redes sociais.