Após censura do Cinemark, documentário sobre 1964 passa de 1 milhão e meio de visualizações no YouTube

O documentário intitulado “1964 – O Brasil entre armas e livros” produzido pelo Brasil Paralelo, em poucas horas já atingiu mais de um milhão e meio de visualizações em poucas horas.

O filme foi alvo de censura da Rede Cinemark, que chegou a exibir o título mas depois voltou atrás e emitiu uma nota considerando a exibição “um erro”.

Na terça-feira (2), o filme foi então postado no canal oficial do Brasil Paralelo no YouTube e em pouquíssimo tempo atingiu 1.573.774 visualizações (no momento em que a matéria foi escrita).

Relacionados:  Comandante do Exército reforça orgulho de 1964: "Temos que agradecer aqueles que impediram o comunismo no Brasil"

No momento em que a matéria foi escrita, o vídeo encontra-se como o número 1 dos vídeos em alta.