De uma vez só, Moro deu golpe duro em mais de 100 chefes de facções criminosas

Enquanto A mídia e a esquerda passam um bom tempo discutindo mensagens sem credibilidade alguma, que nada têm de significativo ou ilegal e ainda por cima obtidas de maneira criminosa, o ministro Sergio Moro segue ocupado com os verdadeiros problemas do Brasil.

De uma vez só, Moro deu um golpe duro – e certeiro – em 113 chefes de facções criminosas.

Os 113 líderes do crime organizado estavam em presídios estaduais e foram transferidos para presídios federais. Esmiuçando um pouco mais os números, chegamos a 35 que foram transferidos do Ceará em janeiro, 22 de São Paulo em fevereiro, 26 do Amazonas em maio, e agora, na última semana de junho, 30 foram transferidos do Pará com a ajuda da Força Aérea.

A transferências funcionam de modo a isolar as lideranças das facções.

Com informação dO Globo.