Senador Davi Alcolumbre ‘dá um baile’ em Renan Calheiros, e convoca votação para presidência da Casa amanhã

A tumultuada votação para presidente do Senado precisou ser suspensa.

O grande impasse que surgiu neste dia foi o de que o senador Davi Alcolumbre, do DEM, não poderia presidir a sessão por ser candidato ao cargo de presidente da Casa.

Em certa altura, Davi atacado por Renan com os argumentos de que teria “rasgado a Constituição” respondeu para o alagoano: “Vossa Excelência rasgou a Constituição no impeachment da presidente Dilma” e concluiu “vossa excelência não tem autoridade para falar em rasgar a Constituição”.

Relacionados:  Metade da bancada do MDB no Senado está contra candidatura de Renan

Depois, complemente perdido, Renan tentou atacar Alcolumbre dizendo que o “Senado estava sendo apagado pela presença aí… sei lá! Da presença de vossa excelência. Que me permita para não incorrer em agravante regimental, eu não quero nem conceituar para não ter que pedir desculpas pra vossa excelência depois”.

Alcolumbre respondeu rapidamente, referenciando a péssima reputação que Renan Calheiros tem: “Eu imagino a autoridade que vossa excelência tem para dizer que estou agravando a imagem do Senado Federal”.

Relacionados:  Alcolumbre deverá assumir a Presidência da República na ausência de Bolsonaro, Mourão e Maia

Por fim, sem ceder à pressão de Renan, Alcolumbre remarcou a sessão para sábado às 11 horas da manhã, a ser presidida por José Maranhão, o mais antigo da Casa.