FHC volta a pedir a renúncia de Bolsonaro: “Deixa o Mourão tomar conta.”

fhc

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que “Entre o Bolsonaro e o Mourão, me parece, o Brasil fica mais tranquilo com Mourão” e completou: “Deixa o Mourão tomar conta.”

FHC também afirmou que “o peso [do cargo] é muito grande para ele [Bolsonaro]” e que “O melhor seria que ele tomasse juízo”, FHC também emendou: “O Brasil precisa de um rumo. É melhor ter um caminho do que não ter nenhum. […] Eu acho que está faltando no Brasil um sentimento de responsabilidade de estadista.”

Relacionados:  Bolsonaro sanciona lei que amplia posse de arma em propriedades rurais

O ex-presidente também aproveitou a oportunidade para comentar a saída de Sergio Moro do Governo. “No caso do Moro, não me parece uma pessoa leviana. Agora ele terá que mostrar aquilo que disse”, argumentou.

Na semana passada Fernando Henrique Cardoso já havia defendendido explicitamente a renúncia de Jair Bolsonaro e disse que o presidente está “cavando sua fossa”.

Relacionados:  Caixa Econômica registra lucro de R$ 7,53 bilhões, aumento de 13,2% em relação a 2018

“Poupe-nos de, além do coronavírus, termos um longo processo de impeachment. Que assuma logo o vice para voltarmos ao foco: a saúde e o emprego”, escreveu o ex-presidente nas redes sociais.