PSOL entra com ação para impedir posse de Delegado Ramagem como Diretor da Polícia Federal

Freixo

Assim como o PDT, que entrou com um mandado de segurança no STF, o PSOL também tenta impedir na justiça a posse de Alexandre Ramagem como diretor da Polícia Federal (PF).

O deputado do PSOL Marcelo Freixo (RJ) protocolou uma ação popular contra a nomeação feita por Jair Bolsonaro. A 13ª Vara da Justiça Federal de Brasília vai analisar a petição do deputado que visa impedir a posse do delegado Alexandre Ramagem para comandar a Polícia Federal.

Na ação, o partido aponta desvio de finalidade na nomeação de Alexandre Ramagem e pede uma decisão provisória para suspender os efeitos da nomeação até o julgamento da ação.

Relacionados:  Sergio Moro aciona a PGR para que o presidente da OAB seja investigado

“Resta claro que a intenção da exoneração do delegado Maurício Valeixo, pela nomeação do delegado Alexandre Ramagem, é uma só: obter informações sigilosas, podendo, até, interferir em investigações da Polícia Federal”, afirma o parlamentar por meio da ação popular.

“Não permitiremos que o presidente transforme a PF numa polícia política a serviço da família”, escreveu Freixo nas redes sociais.