Damares fala que é diferente de movimentos feministas: “Sem o ódio, sem o cabelo no sovaco.”

Damares feminismo

Em entrevista à revista Veja, a Ministra Damares disse se considerar feminista, mas “sem ódio, sem o cabelo no sovaco”:

“A diferença fundamental entre mim e os movimentos feministas é que eu lido com as coisas falando de solidariedade, de amor. Sem a raiva, sem o ódio, sem o cabelo no sovaco.”

Relacionados:  Zé de Abreu, que costuma cuspir em mulheres, é homenageado por Maria do Rosário em evento feminista

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, falou sobre a corrupção na história do Brasil. “É a maior violação dos direitos humanos na história” do país, afirmou.

“A corrupção é a maior violação dos direitos humanos na história do Brasil”, disse a ministra.

E continuou:

Relacionados:  Moro se solidariza com Damares após ofensas de Kakay: “Há pessoas que merecem apenas ser ignoradas”

“Os algozes têm nome, sobrenome e CPF. Alguns não têm dedo”.