Pedro Bial chama Petra Costa de “menina da mamãe” e seu documentário de “Ficção alucinada”

O apresentador e jornalista Pedro Bial comentou, em entrevista à Rádio Gaúcha, o documentário “Democracia em Vertigem”, filme brasileiro dirigido por Petra Costa que disputará o Oscar no próximo domingo.

O Filme traz uma narrativa da esquerda para os fatos que levaram a derrocada de Dilma Rousseff.

O jornalista global disse que Petra é uma “ótima cineasta”, mas acabou transformando o documentário em uma “ficção alucinada”.

E acrescentou:

“Você cria uma relação de causa-consequência entre coisas que não tem a menor relação causal. O filme é todo assim”, criticou. “Vai contando as coisas, me desculpem a expressão, num pé com bunda danado.”

“É uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens de mamãe, a inspiração de mamãe. ‘Somos da esquerda, somos bons. Nós não fizemos nada’.”

Petra ganhou os holofotes nesta segunda-feira (3) após divulgação de uma entrevista a rede americana CNN.

O Portal O Antagonista contestou a entrevista de Petra na CNN e afirmou que ‘o que está sobejamente provado é que as campanhas de Lula e Dilma Rousseff receberam centenas de milhões de reais em dinheiro sujo. Um desses fornecedores de dinheiro sujo foi a empreiteira Andrade Gutierrez, da qual Petra Costa é herdeira. O PT emporcalhou a democracia.’