Assessoria de Lula justifica gastos com bebidas alcoólicas no cartão corporativo: “Recepções a autoridades estrangeiras”

Em matéria investigativa realizada pela Gazeta do Povo, foi descoberto gastos no cartão corporativo de ex-presidentes durante seus mandatos. Os gastos que mais chamaram atenção e repercutiram na mídia foram os do ex-presidente Lula que gastou dinheiro público em cachaça, rabada e itens de luxo, conforme amplamente divulgado.

Após a repercussão, a assessoria de Lula respondeu ás críticas, confira o que diz a Gazeta:

“O fim do sigilo sobre os gastos com cartão corporativo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou alguns hábitos de consumo da presidência durante o governo do petista. Entre as compras feitas estão uma cachaça de R$ 390, uísque envelhecido e vodka Absolut — além de carnes como picanha especial, filé mignon, bacalhau e muita rabada. E mais do que os valores individuais, o que mais chama a atenção é a frequência e o volume desses gastos. De acordo com a assessoria do ex-presidente, a razão de tantas compras é eram os inúmeros eventos e recepções a chefes de Estado e autoridades estrangeiras que o governo realizava.”

Fonte: Gazeta