Ministra Damares diz que não pagará um centavo de ‘anistia’ ao petista Paulo Okamotto

A ministra Damares Alves editou na última semana uma portaria para declarar Paulo Okamotto ‘anistiado político’.

Okamotto é presidente do Instituto Lula e sócio do ex-presidente – hoje preso em Curitiba por corrupção – na LILS Palestras e Eventos, empresa criada pelo ex-presidente para vender palestras de Lula.

Relacionados:  STF envia notícia-crime contra Damares por sua fala sobre 'prender governadores e prefeitos' à PGR

Sobre o assunto, a Ministra afirmou: “Acho que o episódio demonstra a imparcialidade da atuação. E mais: cumprimos uma mera formalidade. Não pagaremos um centavo a este senhor”.

“Nada. Zero. Nenhum dinheiro”, reforçou Damares através das redes sociais.