Juíza diz que movimentos obrigavam sem-teto a participar de manifestações do PT

Na decisão que terminou com 9 líderes de movimentos sem-teto por extorsão, a Juíza Érika Mascarenhas, da 6ª Vara Criminal de São Paulo afirmou que os movimentos forçavam os sem-teto a estarem presentes em manifestações do PT.

“Havia determinação de que (…) deveriam participar de manifestações em prol de candidatos a cargos públicos oriundos do Partido dos Trabalhadores, mudança do título eleitoral para zona localizada na região central da cidade, realização de serviços de manutenção dos prédios, ocupação forçada de outros eventualmente desocupados”, diz ela.

Relacionados:  PSOL é o partido com maior número de possíveis candidatas laranja

E continua, afirmando que caso os sem-teto se recusassem a participar de manifestações, “mesmo se estivessem com os pagamentos valores mensais a ‘título de aluguel’ em dia, eram ameaçados e muitas vezes expulsos”.

Relacionados:  Morre Edi Alves, a mulher que inalou fumaça durante "Greve Geral" do PT

Ou seja, uma conduta desumana e criminosa.

Com informação dO Antagonista.