Moro: “Se o resultado das eleições fosse diferente, estaríamos discutindo anistia a criminosos”

Moro

O ministro Sergio Moro, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, foi questionado pela imprensa sobre o pacote anticrime.

Moro, então, desmentiu todas as supostas conversas que sugeriam algum tipo de pressão por parte do governo e deixou claro:

Relacionados:  Jornalista detona Greenwald: "Grampo ilegal é para executar ou pedir resgate"

“Não seria possível esse projeto se não fosse a eleição do presidente. Se tivesse tido outro resultado na eleição estaríamos discutindo anistia a criminosos ou alguma coisa assim, e na verdade estamos discutindo um projeto que fortalece o combate ao crime”.

Relacionados:  Associação de juízes do Paraná define ataque contra Lava Jato: "Produto de crime; indignos de crédito"