Polícia Federal está no rastro dos bitcoins movimentados pelos hackers

A Polícia Federal segue investigando os hackers responsáveis por 976 invasões em celulares de autoridades do governo, do legislativo e do Ministério Público.

O rastro agora segue sentido as movimentações financeiras feitas pelo grupo em bitcoin.

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, além de prorrogar as prisões, também ampliou os número de corretoras que serão notificadas a apresentar as transações dos hackers.

Com informação dO Antagonista.