Hacker diz que comprou dólares para “amigo” mas se recusa a revelar o nome

Em depoimento para a PF, conforme informado pela Globo News, Walter Delgatti neto, um dos hackers presos nesta semana, afirmou que comprou dólares em lojas de câmbio de aeroporto.

Delgatti “realizou operação de câmbio no Aeroporto de Brasília e do Rio Grande do Norte, tendo em vista a necessidade de adquirir dólares para um amigo”, conforme o depoimento.

Quando questionado sobre a identidade deste “amigo”, o hacker afirmou que tinha o “direito de permanecer em silêncio”.

Com informação dO Antagonista.

4 Comentários em Hacker diz que comprou dólares para “amigo” mas se recusa a revelar o nome

  1. Criminoso terrorista não tem direito as nada ! O momento diz respeito à segurança e soberania
    nacional!
    A prescrição para aqueles que não querem colaborar falando a verdade é algumas doses de
    pau-de-arara ( 3 a 4 vezes ao dia ) que com certeza é muito bom para a memória.

    ” BRASIL ACIMA DE TUDO … DEUS ACIMA DE TODOS “

Deixe uma resposta