Paulo Eduardo Martins comemora: “Reforma da Previdência acabará com aposentadoria de políticos”

A reforma da Previdência entregue nesta manhã pelo presidente Jair Bolsonaro trouxe uma bela mudança para os brasileiros que acreditam que o país pode melhorar.

Com o projeto chega ao fim a aposentadoria especial de políticos. O máximo que eles poderão receber é o teto previsto para funcionários da iniciativa privada, que é cerca de R$ 5.800 e terão que contribuir normalmente com o INSS como todo trabalhador.

O deputado federal Paulo Eduardo Martins comemorou a medida: “A proposta de reforma da previdência enviada pelo governo acaba com a aposentadoria especial de deputados e senadores. Todos se aposentarão pelo Regime Geral da Previdência Social. Como sempre defendi.”

Relacionados:  Paulo Guedes estará no Senado para defender a Previdência

Recentemente, o deputado, que também é líder do PSC, havia feito uma declaração abrindo mão da sua própria aposentadoria.