Governo prevê a privatização de 8 estatais em 2021

Guedes

OCronograma oficial divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Economia prevê duas das principais privatizações defendidas pelo ministro Paulo Guedes no quarto trimestre de 2021. Nesse período, o governo espera privatizar os Correios e a Eletrobras. Nos dois casos, porém, é necessário aprovar projetos no Congresso Nacional.

O projeto que trata da privatização dos Correios sequer foi enviado ao Congresso, enquanto a privatização da Eletrobras está parada na Câmara. O calendário vem depois do próprio Guedes manifestar frustração com o pouco avanço no processo de venda das estatais.

Aquipe de Guedes prevê oito empresas em 2021.

A carteira divulgada após reunião do Programa de Parceria de Investimentos (PPI) — o braço de privatizações e concessões de todo o governo — não inclui, por outro lado, o Porto de Santos e a PPSA (estatal responsável pelos contratos do pré-sal), como sempre cita Guedes.

Relacionados:  Governo determina que juros do cheque especial sejam de no máximo 8% ao mês

As privatizações da Eletrobras, PPSA, Correios e Porto de Santos são sempre mencionadas por Guedes como principais objetivos dele nessa área. O plano de privatização de estatal do pré-sal chegou a virar mais um foco de tensão no governo: Guedes defende venda da PPSA para adiantar recursos da União em contratos de petróleo, mas Minas e Energia resiste.

Fonte: O Globo