Governo Federal entrega 84 quilômetros de pista recuperada na BR-030/BA

Tarcisio

O Governo Federal entrega 84 quilômetros de pista recuperada na BR-030, no estado da Bahia. As equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizaram os serviços de manutenção no trecho localizado entre o km 229 e o km 368, entre os municípios de Guanambi e Brumado.

É mais uma das obras tocadas pro Tarcísio de Freitas mesmo em meio a pandemia de Coronavírus

Neste mesmo trecho, outros 55 quilômetros foram recuperados em 2019, totalizando 139 quilômetros de pista em boas condições de trafegabilidade. A rodovia é de extrema importância para o turismo e o escoamento da produção regional.

“Mais uma entrega importante, não só para a Bahia, como também para todo o país. Essa é uma rodovia extremamente relevante para a logística do transporte de cargas da região Oeste, além de dar acesso a importantes rotas turísticas do estado, o que vai ajudar a promover ainda mais o desenvolvimento da região”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, através das redes sociais.

A BR-030 é uma rodovia brasileira que se inicia na capital federal e passa pelos estados de Goiás, Minas Gerais e se estende até o município baiano de Maraú. O município baiano é a porta de entrada para as praias do Baixo Sul Baiano e uma rota importante para o turismo regional. Com as melhorias realizadas na rodovia, foi possível garantir melhores condições de trafegabilidade e segurança para os motoristas.

Relacionados:  Governo conclui obras de restauração de 181 KM da BR-080 em Goiás

As equipes do DNIT atuaram com os serviços de tapa buraco, aplicação de microrrevestimento asfáltico, limpeza de dispositivos de drenagem e sinalização da rodovia para proporcionar maior conforto e segurança aos usuários. A manutenção da BR-030 atende a uma demanda dos moradores da região. O DNIT investiu R$ 7 milhões na segunda etapa dos serviços de manutenção da rodovia federal.

Desde 2019, as equipes do governo trabalham na melhoria da rota. Na primeira etapa dos serviços, o DNIT atuou em 55 quilômetros. Ao todo, foram 139 quilômetros recuperados na rodovia federal.