FMI elogia medidas do Brasil para combater a crise econômica do Coronavírus

guedes

O FMI (Fundo Monetário Internacional) elogiou as medidas econômicas adotadas pelo governo brasileiro no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Durante uma entrevista coletiva em Washington, o diretor do Departamento de Assuntos Fiscais do FMI, Vitor Gaspar, citou a declaração de estado de calamidade pública pelas autoridades brasileiras. “O governo brasileiro corretamente declarou estado de calamidade pública, o que permitiu ao próprio governo suspender as metas fiscais. Nesse contexto, foi criado um espaço para apoiar o sistema de saúde, as famílias e as empresas”, elogiou o dirigente do FMI segundo o site O Antagonista.

Relacionados:  Petrobras inicia venda de dois campos de petróleo

Segundo estimativas divulgadas pelo fundo, a dívida bruta do Brasil deverá subir de 89,5% do PIB em 2019 para 98,2% em 2020. “Mas isso vai se estabilizar. É um crescimento, sem dúvida, mas não uma tendência”, afirmou Gaspar.