Guedes confirma que Bolsonaro foi quem vetou “nova CPMF”

O Ministro Paulo Guedes afirmou hoje que realmente recebeu uma ligação de Jair Bolsonaro, do hospital, determinando que uma “nova CPMF” não fosse incluída na reforma tributária.

“Estávamos simulando um imposto de transação financeira, mas o presidente sempre foi contra esse imposto e pediu para não colocar”, disse o ministro da Economia.

Guedes também afirmou que o ex-secretário especial da Receita, Marcos Cintra, já havia pedido para deixar o cargo “inúmeras vezes”.

Relacionados:  Petrobras tem lucro líquido de R$ 9,1 bilhões no terceiro trimestre

“Eu dizia: se você tiver que cair um dia, que caia junto com o imposto.”, concluiu Guedes.

Fonte: O Antagonista