“Como o senhor Alexandre de Moraes foi para o Supremo? Amizade com Temer”, diz Bolsonaro

Moraes Bolsonaro

O presidente da Repúpublica, Jair Bolsonaro, afirmou que foi “política” a decisão de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, de suspender a nomeação do delegado Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal.

“Não justifica a questão da impessoalidade. Como o senhor Alexandre de Moraes foi para o Supremo? Amizade com o senhor Michel Temer, ou não foi?”, disse Bolsonaro, em uma referência à indicação de Moraes ao STF em 2017 pelo então presidente Temer.

Na saída do Palácio da Alvorada antes de embarcar para Porto Alegre (RS), o presidente falou que a AGU (Advocacia Geral da União) vai recorrer da decisão. Também cobrou “rapidez” do ministro para liberar o julgamento da ação no Plenário da Corte.

Relacionados:  Bolsonaro é recebido por grande número de apoiadores em Minas Gerais

“Ontem quase tivemos uma crise institucional. Quase. Faltou pouco. Eu apelo a todos que respeitem a Constituição […] Eu não engoli ainda essa decisão do senhor Alexandre de Moraes. Não engoli. Não é essa a forma de tratar 1 chefe do Executivo, que não tem uma acusação de corrupção.”, disse o presidente.