Bolsonaro deixa claro o que o Brasil já sabe: “Ninguém forjou provas nessa questão do Lula”

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, fez uma defesa bastante contundente do ministro Sergio Moro, alvo de uma invasão criminosa seguida de uma campanha difamatória extremamente agressiva e que tem como único foco a liberação do presidiário duplamente condenado Lula.

“Ninguém forjou provas nessa questão do Lula” explicou Bolsonaro.

E questionou, se “É normal conversa com doleiro, com bandidos, com corruptos? Isso é normal?”.

“O que ele fez não tem preço. Ele realmente botou pra fora, mostrou as vísceras do poder, a promiscuidade do poder no tocante à corrupção. A Petrobras quase quebrou, fundos de pensão, muitos quebraram, o próprio BNDES, eu falei agora há pouco aqui, nessa época R$ 400 e poucos bilhões entregues para companheiros comunistas e para amigos do rei aqui dentro. Ele faz parte da história do Brasil”.

Com informação dO Globo.