Na terra natal de Sergio Moro, milhares de pessoas saíram as ruas em defesa da Lava Jato e contra Glesi e Requião

5 mil pessoas saíram em Maringá – terra natal de Sergio Moro – contra Lula e em resposta à presença de Gleisi e Requião na cidade. Os senadores de extrema-esquerda estiveram na cidade para defender que os crimes de Lula sejam perdoados.

A manifestação pela prisão do ex-presidente e em apoio ao juiz Sérgio Moro reuniu mais de cinco mil pessoas na Praça da Catedral. A Polícia Militar destacou 300 policiais para garantir a segurança dos manifestantes e evitar confronto entre os pró-Lula (cerca de 80 pessoas) e anti-Lula (cerca de 5.000).

Já o evento petista na na Câmara de Vereadores de Maringá, organizado pela senadora Gleisi Hofmann (PT) e pelo senador Roberto Requião (MDB), foi um fracasso. O ato não reuniu mais do que 80 militantes do PT enquanto milhares de pessoas se manifestaram contra Lula, Requião e Gleisi Hoffmann.

Dirigentes petistas avaliam que a manifestação foi um tiro no pé. O MBL e outros movimentos pegaram pesado contra a presença de Gleisi e Requião. Em terra de Sergio Moro, Lula e seus comparsas só são bem-vindos presos.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.