Moro sobe o tom e implode narrativa esquerdista contra Lava Jato

O ministro Sergio Moro, em mais uma atuação brilhante, rebateu as matérias realizadas pelo site Intercept, que pertence ao marido de um deputado do PSOL,.

Moro foi enfático ao deixar bem claro que por mais que tentem, não existe nada ilegal nas conversas.

“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.

Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato”

Com informação dO Antagonista.

4 Comentários em Moro sobe o tom e implode narrativa esquerdista contra Lava Jato

  1. É mais um exemplo que reforça a minha opinião sobre a indispensável INTERVENÇÃO MILITAR, a única maneira de acabar com os maus políticos, com a corrupção e com os obstáculos que o atual governo enfrenta com esse “congresso” e esse “STF”. Ou o Pr Bolsonaro aciona o Artigo 142 da CF ou os militares que tomem atitude e façam o seu trabalho de promover a segurança nacional e o bem estar da nação. O povo não agüenta mais esperar. Até quando os brasileiros vão ter que sofrer? Até a volta dos canalhas e ladrões que saquearam o Brasil? Ou até os esquerdopatas transformarem a República em um país comunista? Isso já virou uma esculhambação, um puteiro à céu aberto.

    Em primeiro lugar, deverão fechar o Congresso e o STF. A seguir, acabar com o pluripartidarismo, deixando apenas dois como nos EUA. Lá funciona muito bem e não tem essas porcarias de partidos comunistas e esquerdistas atravancando o governo, e sempre são contra tudo que é importante para o desenvolvimento do país. Cambada de canalhas vagabundos. Eu não ouvi falar em nenhum país do mundo que exista uma porra de um bloco de partidos chamado “centrão” ou algo que o valha, ou equivalente.

Deixe uma resposta