PSOL vai ao STF contra decreto que flexibiliza o porte de armas

O partido de extrema-esquerda PSOL, que tem como um dos líderes membros que comandam invasões em imóveis alheios, decidiu queixar-se do decreto que facilita o porte de armas de fogo.

O partido tentou a sorte no STF.

Para o PSOL, Bolsonaro “legislou por si somente e, de modo autoritário, unilateral e abusivo” ao ampliar o porte de armas.

4 Comentários em PSOL vai ao STF contra decreto que flexibiliza o porte de armas

  1. Nenhuma novidade. Essa Organização Criminosa, PSOLixo, defensora de assassinos, traficantes não poderia ter tomado outra atitude contra a população honesta do Brasil e para essa Organização Criminosa armas só na mão de bandidos , criminosos, sequestradores, estupradores, traficantes, mas nunca nas mãos do cidadão de bem e honesto.

Deixe uma resposta