Moro sobe o tom e defende COAF vinculado à Justiça

Durante uma entrevista concedida à Jovem Pan, o ministro Sergio Moro afirmou que o COAF deve continuar vinculado ao Ministério da Justiça, ou seja, sob o seu comando.

Ele definiu o COAF como um “órgão de inteligência na área de prevenção à lavagem de dinheiro”, e que não era devidamente aproveitado no Ministério da Fazenda.

“Ele estava meio esquecido no governo anterior, no Ministério da Fazenda. Quando veio para o Ministério da Justiça, nós aumentamos o quadro de servidores”, afirmou Moro. “Tradicionalmente, no Ministério da Fazenda, a tendência é o órgão ficar esquecido, enquanto para a Justiça e a Segurança Pública, ele é essencial, uma ferramenta importante. Ele está melhor onde está atualmente”.

Com informação da Jovem Pan