Guaidó declara ter apoio de militares e queda de Maduro deve ocorrer a qualquer momento

Conforme noticiado pela República de Curitiba, Juan Guaidó convocou os opositores e o povo para marcharem sobre a Venezuela, em uma manifestação contrária ao ditador Maduro.

O Presidente venezuelano interino Juan Guaidó, anunciou que após ter encontrado lideranças militares das Forças Armadas, deu inicio à fase final chamada de “Operação Liberdade”.

Relacionados:  ‘Não queremos virar a Argentina ou Venezuela’, diz Guedes

“Povo da Venezuela, vamos à rua. Força Armada Nacional, a continuar a implantação até que consolidemos o fim da usurpação que já é irreversível”.

Leopoldo Lopez, outro lider da oposição foi solto pelos militares e marcha ao lado de Guaidó. María Corina também se uniu aos dois opositores, e até mesmo Henrique Capriles declarou apoio.

Relacionados:  Bolsonaro: "O Brasil se solidariza com o sofrido povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT"

Com informações dO Antagonista e do G1.