Justiça Federal quebra sigilo de advogado de Michel Temer

Parece que as coisas não andam nada boas para o ex-presidente Michel Temer.

A Justiça Federal de Brasília quebrou o sigilo bancário de Antonio Claudio Mariz de Oliveira, que defendeu Temer na investigação sobre a compra de silêncio de Eduardo Cunah e Lúcio Funaro. Na época a denúncia foi feita por Joesley Batista.

Relacionados:  Juiz Federal bloqueia dinheiro dos fundos partidário e eleitoral e determina seu uso imediato contra coronavírus

Conforme informa O Antagonista “Na mesma decisão, de 15 de janeiro, o juiz Vallisney de Souza Oliveira também mandou abrir as transações financeiras de 15 empresas da holding J&F, entre elas a JBS, a Vigor e a JBJ Agropecuária”.

Relacionados:  “A liberdade de um juiz nessa situação é muito reduzida, para não dizer eliminada”, declara Bretas

Informação dO Antagonista.