Moro endurece regras e visita em presídio de segurança máxima ficarão mais complicadas

O ministro Sergio Moro decidiu que é hora de endurecer as regras de visitação para presos de penitenciárias federais de segurança máxima.

As visitas, conforme propõe a mudança, só serão realizadas em parlatório, ou seja, com um vidro fazendo a separação entre visitante e preso, tendo a comunicação por interfone. Outro modo de visitação será a vídeo conferência. As mudanças foram previstas em uma portaria publicada hoje pelo governo e assinada pelo ministro.

Relacionados:  Bolsonaro defende COAF com Moro: "É uma ferramenta muito forte no combate à lavagem de dinheiro e à corrupção"

A portaria também define que as visitas serão destinadas exclusivamente para a manutenção de “laços familiares e sociais” e deverão ocorrer “sob a necessária supervisão”.

A permissão de visita em parlatório só será dada a “cônjuge, companheira, parentes e amigos”. Detentos que tenham  firmado acordos de delação premiada também poderão receber visitas sociais no pátio. Aos demais, no entanto, só será permitido solicitar visita no pátio após 360 dias ininterruptos de ótimo comportamento.

Relacionados:  Sergio Moro anuncia parceria com o Paraguai para aumentar combate ao tráfico de drogas

Informação dO Antagonista.