Após ser proibido de fazer comício no local, Lula decide não ir a enterro de irmão

O ex-presidente Lula decidiu que não irá ao enterro do irmão Vavá. A decisão foi comunicada pelos advogados e pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

“O presidente Lula gostaria de participar do enterro e se despedir do seu querido irmão. É claro que ele também quer se encontrar com a família, mas para isso vai ter outra oportunidade” disse Okamoto.

Uma decisão do ministro Dias Toffoli permitiu que o petista saísse do complexo da Polícia Federal em Curitiba para ir a São Bernardo do Campo, mas proibiu qualquer tipo de fala pública ou da realização de algum comício. A imprensa também foi proibida de acompanhar, bem como não sera permitido uso de celulares e outros meios de comunicação.

Relacionados:  Assista: Cineasta brasileiro tenta homenagear Lula em Festival de Berlim e é ignorado pela platéia

A justificativa de Toffoli é validada pelos argumentos de que a manutenção da segurança de Lula, dos demais presentes e dos agentes públicos que iriam acompanhar, que se torna bem complicada. Com isso frustrou militantes, petistas e é claro, Lula.

Outra questão é que Lula já havia deixado de ir no enterro de dois irmãos, quando ainda estava solto.

Informação do MBLNews.