VÍDEO: Entenda o motivo que levou Miriam Leitão a odiar Jair Bolsonaro

Miriam Leitão, que foi militante do Partido Comunista e lutou contra o Regime Militar brasileiro, disse que foi torturada. Ela afirmou ter sofrido violência física e que o ápice foi ter sido deixada presa numa sala com uma cobra jiboia. Bolsonaro foi entrevistado para comentar o assunto e só respondeu o seguinte: “Coitada da Cobra”

Tempos depois, o filho de Miriam fez uma entrevista com Bolsonaro e perguntou se o Capitão reiterava o que havia dito. Bolsonaro aproveitou para desmascarar a narrativa dos militantes comunistas e explicar o Regime Militar e os acontecimentos de 1964 sob a ótica da população brasileira e não dos militantes.

Veja o encontro dos dois e o motivo que levou Miriam Leitão a odiar Bolsonaro:

 

6 Comentários em VÍDEO: Entenda o motivo que levou Miriam Leitão a odiar Jair Bolsonaro

  1. Se a ditadura ocorreu mesmo , e se foi pelos mesmos motivos que nos fez pedir o Regime Militar de volta ao poder; não precisa explicar mais nada, só lamento pela cobrá mesmo.

  2. Foi num momento necessário… havia um caos politico instalado muito parecido com os dias de hoje… havia um crescente comunista tal como estava ocorrendo atualmente… os movimentos sindicais insitavam ao trabalhor defender o comunismo… O Pais foi no fundo do poço, e para restaurar a democracia as Forças Armadas lutaram contra e preservaram o Pais… Para continuar o trabalho foi eleito o Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco e a luta contra o movimento guerilheiro aumentou… contida a onda comunista foi recebido de volta os brasileiros com anistia… Dentre os mesmos estavam Leonel Brizola, Fernando Henrique Cardoso, Dilma Roussef, Genoino, Ze Dirceu e muitos outros… Esse foi o unico erro cometido… deveriam ter deixados todos onde estavam… talvez estivessemos melhor

Deixe uma resposta