Câmara da Argentina aprova projeto do governo que libera o aborto no país

Argentina

A Câmara dos Deputados argentina aprovou um projeto de lei do presidente Alberto Fernandez que legaliza o aborto no país nesta sexta-feira (11). O texto, agora, será avaliado pelo Senado do país.

Ainda não há data marcada para a votação no Senado.

A aprovação se deu com 131 votos favoráveis ao projeto, 117 contrários e 6 abstenções.
Em 2018, um projeto semelhante passou pelos deputados, mas foi rejeitado no Senado. Naquela ocasião, a margem da aprovação foi menor que a desta sexta: foram 129 a favor e 125 contra.

Antes da votação, houve 20 horas de debates e discursos sobre o tema.

Relacionados:  Paulo Guedes assina acordo de livre comércio de automóveis com a Argentina

Do lado de fora do prédio, grupos favoráveis ao projeto de lei fizeram uma vigília que atravessou a madrugada.

O projeto foi enviado ao Congresso pelo presidente Alberto Fernández, mas recebeu apoio de políticos que não compõem a base de governo.

Com informações do G1