Bolsonaro cobra explicações da Globo sobre delação de doleiro que fala em repasses à emissora

Bolsonaro e Bonner

O presidente Jair Bolsonaro cobrou da Rede Globo, informações sobre a delação do doleiro

Ele pediu explicações da família Marinho sobre o suposto repasse do doleiro Dario Messer à família Marinho, proprietária do grupo. O presidente também disse ser alvo de perseguição, após ter um vídeo divulgado me que afirma a um repórter do grupo ter “Vontade de encher sua boca de porrada”.

Bolsonaro já havia anteriormente divulgado fotos de reportagens sobre o suposto repasse de Messer ao grupo Globo.

Dario Messer, o “doleiro dos doleiros”, afirmou ao MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) que fazia de 2 a 3 repasses mensais à família Marinho, proprietária da Rede Globo. Ele declarou que os valores variavam de US$ 50.000 a US$ 300 mil por remessa.

Relacionados:  Em estréia na CNN, Alexandre Garcia dispara: “Bolsonaro é comprovação que cloroquina funciona”

A Rede Globo nega as acusações.

“A respeito de notícias divulgadas sobre a delação de Dario Messer, vimos esclarecer que Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras no exterior. Da mesma maneira, nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades brasileiras.”, diz nota da emisorra.