“O Bem vencerá o mal”, diz Bolsonaro sobre crise no PSL

Em visita oficial ao Japão, Bolsonaro voltou a comentar a crise de seu partido, o PSL, rachado entre apoiadores do próprio presidente e políticos ligados ao deputado que comanda a sigla, Luciano Bivar (PSL-PE). Em frase repercutida pelo jornal O Estado de S. Paulo, Jair disse que “o bem vencerá o mal” e que o cenário político poderá mudar durante sua ausência do Brasil, que durará dez dias.

A crise entre Bolsonaro e o comando do PSL se acentuou no começo de outubro, quando o presidente orientou um apoiador a esquecer Bivar que, na opinião dele, está “queimado”. Bivar disse que a fala era “terminal” na relação entre Bolsonaro e o partido, ao qual o presidente é filiado. Desde então há uma divisão no partido. A ala conhecida como ‘ideológica’ que reúne deputados como Luiz Phellipe, Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli e Major Vitor Hugo parece ter obtido o controle da bancada novamente nesta segunda-feira.

Com informações do Estadão