Onda de otimismo: Ibovespa quebra novo recorde e atinge 106 mil pontos

Uma onda de otimismo parece ter tomado conta dos investidores brasileiros. O índice Ibovespa, principal número da Bolsa de valores brasileira, fechou o pregão de ontem (21) alcançando a sua nova máxima histórica. Nunca os papéis negociados no Brasil estiveram tão em alta.

O índice registrou alta de 1,23%, aos 106.022,28 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 18,794 bilhões.

Até então, a máxima histórica havia sido registrada no dia 10 de julho deste ano (105.817 pontos). A gestão Bolsonaro/Guedes quebra seus próprios recordes na reestruturação da economia.

O dólar terminou o dia cotado a R$ 4,1305 na venda.