Bolsonaro sobre caso Rhuan: “Infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua”

O Presidente Jair Bolsonaro comnentou no Twitter o caso do menino Rhuan, que foi esfaqueado, esquartejado e teve o órgão decepado pela mãe e pela madrasta, essa filiada ao PCdoB.

“O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua.”