Ao lado de Moro, Damares defende penas mais duras para religiosos denunciados por abuso sexual

Em um encontro que contou com a participação de Sergio Moro, a ministra Damares Alves defendeu o aumento de pena para religiosos denunciados por abuso sexual.

Os ministros, durante o encontro, receberam de membros do Ministério Público de Goiás a proposta. O MP de Goiás investiga os abusos cometidos por João de Deus.

Além de religiosos, médicos e professores também entram na medida, com penas mais longas e duras justamente por terem seus crimes baseados em relações de confiança.

Relacionados:  PT vai ao STF contra fundo da Lava Jato que reinveste dinheiro da corrupção na Educação

Com informação do G1.