‘Se Congresso aprovar aborto, eu veto’, diz Bolsonaro

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, disse nesta 5ª feira (2.jul.2018) que vetará a permissão do aborto caso ele seja eleito presidente e o Congresso legalize a prática. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo pelo Facebook.

“Se o Congresso aprovar o aborto, minha caneta vai vetar. Mas se o Congresso derrubar o veto, não posso fazer nada”, afirmou.

O militar disse, no entanto, que casos de estupro ou nos quais há risco para mãe são “difíceis” e preferiu não manifestar opinião.

Bolsonaro defendeu a laqueadura como forma de controle de natalidade e falou que não há ministros cristãos no Supremo Tribunal Federal.

“Há algum ministro do STF cristão de verdade? Por que tem 95% da população cristã e não temos 1 ministro cristão?”

O militar criticou as indicações políticas ao Tribunal dizendo que alguns ministros são “advogados de partidos”. Em 1 determinado momento, citou Rogério Favreto, desembargador que determinou a soltura do ex-presidente Lula. “Ele já foi cogitado para dentro”, disse sobre a possibilidade de Favreto ser cotado no passado para assumir uma vaga na Corte.

Fonte: Poder 360

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.