Prefeito tucano é preso pela PF com R$ 4,6 milhões em casa

O tucano Artur Parada Prócida, prefeito de Mongaguá, no litoral paulista, foi preso em flagrante pela PF com mais de R$ 4,6 milhões e US$ 216 mil guardados em sua casa.

Prócida foi um dos alvos da Operação Prato Feito, deflagrada hoje pela PF, que visa apurar desvios de verbas da União para a educação.

A operação, em quatro estados, é resultado de uma investigação da PF, da CGU e do MPF, que apura 65 contratos avaliados em R$ 1,6 bilhão.

Segundo a assessoria da polícia, além do dinheiro apreendido com o prefeito, foram apreendidos mais de R$ 768 mil em espécie, e outas duas pessoas –cujas identidades não foram reveladas– foram presas em flagrante.

 

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.