Zé Dirceu afirmar estar em luta contra “a ditadura da toga”

José Dirceu, ainda solto, continua seu trabalho de incitar a militância da extrema esquerda a cometer violência e baderna nesse ano. Ele ataca Lava Jato, as instituições e o povo de bem do Brasil. Disse no blog de Fernando Morais:

“O ano de 2018 será o que nós formos capazes de construir, de conquistar, na luta, no combate.

E a luta começa dia 24 em Porto Alegre, onde vamos manifestar a nossa indignação, o nosso protesto, a nossa revolta contra a tentativa de cassar Lula, de impedir que Lula seja candidato (…)

Nós derrotamos a ditadura militar, que governava por Atos Institucionais, e nāo vamos permitir a ditadura da toga. Vamos juntos em 18 combater para garantir Lula candidato, fazer a campanha elegê-lo, dar posse a Lula, e de novo governar com o povo, pelo povo.”

Zé Dirceu, segundo no comando no quadrilhão do PT, em 2012 foi condenado pelo STF por corrupção ativa, sendo preso em novembro de 2013 e, quase um ano depois, liberado. Em 3 de agosto de 2015, Dirceu voltou a ser preso, desta vez pelo Petrolão. Em maio de 2016, Dirceu foi condenado a 23 anos e três meses de prisão por crimes de corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro pela Operação Lava Jato

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.