Deputado ironiza Marcelo Freixo: “Dê o exemplo, abra mão dos seus seguranças armados”

Freixo

Os decretos de Bolsonaro que facilitam o acesso às armas de fogo aos cidadãos brasileiros, estão gerando uma onda de debates nas redes sociais. De um lado, os desarmamentistas, que defendem que o monopólio da força deve estar nas mãos do Estado; do outro lado, os armamentistas, que defendem o direito dos cidadãos portarem armas para sua defesa pessoal e de seus familiares.

Marcelo Freixo, do PSOL uma das vozes do movimento desarmamentista no Brasil, reagiu aos decretos presidenciais alegando que tal ação do governo estaria colocando em risco a “democracia” no país.

“Bolsonaro acaba de publicar decreto que amplia para 6 o número de armas que civis podem ter. A política armamentista do presidente não é apenas sobre insegurança pública, é sobre democracia. Bolsonaro está armando seus apoiadores para ameaçar as instituições. O golpe está em curso”, afirmou.

Em contrapartida, Carlos Jordy, aliado de Bolsonaro rebateu:

“Acho que o deputado tinha que estudar um pouco sobre poder REGULAMENTAR, inerente à competência do Chefe do Executivo. Não há extrapolação. Você só quer aparecer, seus PDCs não vão dar em nada. Chora! Aproveita e dê o exemplo: abra mão dos seus seguranças armados”, disse.

 

O artigo Deputado ironiza Marcelo Freixo: “Dê o exemplo, abra mão dos seus seguranças armados” foi publicado originalmente em Folha da República.