Diego Hypolito diz ter sofrido ameaças de morte após foto ao lado de Bolsonaro

Em entrevista à Veja!, o ginasta Diego Hypolito disse ter sofrido ameaças de morte. Confira trechos da conversa:

Depois de aparecer em fotos com o casal Bolsonaro e ser torpedeado pela comunidade LGBT+, está arrependido?
Se o presidente da República pede para tirar uma foto, você diz o quê? Não? Sou apartidário e anulei meu voto. Honestamente, não imaginava essa onda de ódio.

Como está lidando com os ataques?
Passei alguns dias com medo de sair de casa. Estou muito deprimido e desenvolvi síndrome do pânico. Fui ameaçado de morte, maltratado e xingado de tudo nas redes sociais. Nunca vivi nada igual, sinceramente.

Relacionados:  Diego Hypólito desabafa após foto com Bolsonaro: “Nunca fui tão xingado em toda a minha vida”

Em que situação foi ameaçado?
Depois do encontro em Brasília, estava em uma boate e precisei sair escoltado por seguranças. Um grupo de gays que estava lá começou a me vaiar, me perseguir. Alguns até tentaram me bater. Estou sentindo tanto pavor que resolvi contratar um segurança particular.